Sábado, 27 de Novembro de 2004

Adversários ou Inimigos?

Mais vale um grande grupo de adversários do que um embrião de um inimigo.


Efectivamente as palavras ‘adversário’ e ‘inimigo’, em certos contextos podem ser consideradas como sinónimos. Aliás, alguns dicionários reforçam mesmo esta ideia. No entanto, a carga semântica que é dada a cada um dos vocábulos é distinta.
Se, por um lado, utilizamos ‘adversário’ para nos referirmos aos nossos concorrentes a quem disputa connosco, sem prejuízo do bom relacionamento e do respeito pelo outro, independentemente da natureza da disputa, por outro, o termo ‘inimigo’ é utilizado para aludir aos não amigos, deixando transparecer uma certa carga de hostilidade ou ódio. Nalguns casos, alguns autores quando aludem ao demónio, fazendo como que de uma forma receosa, escrevem ‘inimigo’. Mais, quando nos referimos aos contactos com adversários chamamos-lhe ‘relações’ e quando nos referimos aos inimigos preferimos usar a palavra ‘confrontos’. As relações com os adversários baseiam-se em disputas ditadas de regras, ao passo que com os inimigos, é o ‘vale tudo’.


Atento às novas vivências das sociedades, presumo que cada vez mais o ‘inimigo’ ganha terreno ao ‘adversário’.
As regras e o bom relacionamento dissipam-se e as demandas pela supremacia assumem forças nunca antes observadas. Em todas as áreas em que indivíduos são postos à prova, entram na competição com o intuito de ganhar, só preparados para a vitória, custe o que custar e a quem custar.


Penetrando friamente no sector político, e olhando para as quezílias da actualidade, temos assistido a competições que revelam uma clivagem e uma inimizade assustadora. Li recentemente um artigo que referia que o candidato da oposição na Ucrânia, na corrida para as eleições Presidenciais, havia sido objecto de um envenenamento cujo efeito foi a desfiguração do rosto em virtude da contaminação dissidente daquela intoxicação. Muito se pode falar sobre isto, conjecturar, alvitrar, especular e concluir. Traz à discussão uma nova manifestação concorrencial e inicia uma nova forma de inimizade. Mas essencialmente apenas me apraz dizer que não só na Ucrânia isto acontece. Infelizmente, bem perto, no nosso país, ocorre o mesmo, embora que sem desfigurações, por enquanto.


Hoje, em Portugal, criticam-se as pessoas e não as obras. Cultiva-se a crítica infundada, aleatória e sem regras.
Creio que não basta dizer que está mal, é preciso dizer por que é que está mal e apresentar soluções alternativas. Então aí, o povo, que é soberano, é que decidirá qual a melhor proposta.
O político hoje foge ao compromisso fazendo crer que «quem mais jura mais mente» e que «as promessas caiem em cesto roto». Mas, não será antes uma forma airosa de escapar à vinculação às ideias, aos projectos? Não será por isso e porque se professa o vazio de conteúdo que se ataca as pessoas, os protagonistas que concorrem noutro projecto? Será que um dia voltam a haver ‘adversários políticos’ ao invés de ‘inimigos políticos’?


Bem, isto são cá coisas minhas, mas que penso nelas é verdade.
Penso, blog existo!
Estarei certo?


Victor Santos
vics@sapo.pt

cogitado por vics às 20:10
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Janeiro 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.cogitos recentes

. O tal princípio de Peter ...

. Higiene n'os media

. Dia de luto em Portugal

. Arte de bem receber a Mat...

. Vencer barreiras

. UNIÃO EUROPEIA, Quo vadis...

. Economia estrangulada

. Relançar o Futuro

. Tobin 40 anos depois

. Piegas Povinho

. Simplesmente... espectacu...

. Uma Alarvidade

. Ver para crer...

. Última hora: Mais um aume...

. Jornada Mundial pelo Trab...

.arquivos

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Janeiro 2012

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Dezembro 2008

. Dezembro 2007

. Abril 2007

. Julho 2006

. Março 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Setembro 2005

. Fevereiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

.tags

. todas as tags

.links

.Cogitantes até agora

Counter
Free Counter

.Cogitando

online
blogs SAPO

.subscrever feeds