Sábado, 21 de Abril de 2012

Jamila Madeira esteve à conversa com alunos do ISMAT

Realizou-se ontem no auditório do ISMAT, uma iniciativa de relevante interesse e actualidade.

Tratou-se de uma conferência, tendo como protagonista Jamila Madeira, ex-deputada ao Parlamento Europeu e à Assembleia da República.

A convite da organização, coube a grata tarefa de apresentar o tema e a conferênciasta. Tomo a liberdade de partilhar fotos do evento (pormenor da mesa e da assistência) e a minha introdução.

 

 

Minha introdução/apresentação:

«Muito boa noite! Saúdo, naturalmente, a conferencista convidada, Dra. Jamila Madeira, o promotor Ruben Murta, o ISMAT que acolhe a iniciativa e cada um dos presentes, agradecendo ao facto de estarem aqui.

Dirijo também uma palavra de agradecimento ao convite que me foi dirigido para fazer a apresentação do tema e da conferencista e moderar o debate que se seguirá à exposição da nossa convidada. Muito obrigado.

Permito-me partilhar convosco o grato prazer de estar aqui, no ISMAT e nesta iniciativa, por várias razões:

1.ª porque revisitar e sentir o espaço onde nos formámos e onde fizemos amigos é sempre muito gratificante, é como um “voltar a casa”;

2.ª porque nos enche de presunção fazer parte deste instituto que ao longo dos vários anos tem vindo a afirmar-se na região e a dar um forte contributo para a valorização dos recursos humanos do sul do país;

3.ª porque associarmo-nos a iniciativas da natureza desta que hoje nos traz aqui decorre do contributo que os dirigentes associativos do ensino superior, seja de discentes ou de diplomados (como é o meu caso), devem prestar aos seus consócios em particular e em geral a todos os jovens que se encontram a formar-se, já diplomados e à procura de emprego, e, também aqueles que se questionam se devem ingressar, prosseguir ou concluir formação superior;

4.ª porque o tema em discussão é de relevante importância e actualidade;

5.ª porque tenho a honra de poder assistir e participar activamente numa conferência promovida por um grande amigo e que tem como conferencista também uma grande amiga e de longa data.

Sem mais delongas, vamos dar início à conferência.

Esta iniciativa não tem propriamente um título. Aliás, lendo o cartaz, são-nos colocadas duas questões: porquê continuar a apostar na formação superior? de que forma esta conjuntura que estamos a atravessar nos pode afectar nas diversas áreas? E depois é partilhada connosco uma mensagem de esperança «Acreditar que no meio da crise também nos surgem oportunidades.» Mas também nos deixam um aviso «Não esperes que te caia do céu!»

Ao fim e ao cabo, o tema da conferência são os jovens, é o presente, é o futuro.

Fruto de uma entrada na moeda única europeia com a “corda na garganta” para conseguir cumprir os critérios de convergência, da vulnerabilidade ao rescaldo da crise de 2008, da alienação do sector produtivo, da deslocalização das empresas para territórios onde a matéria-prima é mais barata, da assistência financeira a Portugal, das medidas de austeridade que todos os dias nos surpreendem, enfim, o quadro em que se vive hoje é, não há dúvidas, muito difícil. À austeridade sucede mais austeridade e à recessão sucede mais recessão. Vivemos tempos difíceis.

Por outro lado, ao longo dos últimos anos, vimos surgir um novo paradigma marcado pela motivação e pelo alargamento do acesso à formação e o desenvolvimento de competências. 

O reconhecimento, validação e certificação de competências, as novas oportunidades, maiores de 23, alunos externos, a democratização do acesso ao ensino superior marcaram esse período, bem assim ainda não é suficiente e continuamos a ser um dos países da Europa com menor número de licenciados ou de indivíduos com formação superior. 

Actualmente, parece começar a surgir uma interrupção ou suspensão desse paradigma, se é que assim nos podemos referir. O quadro de dificuldades que começa a desenhar-se poderá conduzir à devolução da universidade os filhos de pais ricos ou a uma elite. Recentemente, na Universidade de Coimbra foi colocada, na escadaria monumental, uma passadeira vermelha, materializando e ironizando o retrato destes novos tempos.

Parece que os cortes cegos que vão sendo feitos, são desferidos nos sectores/pilares mais importantes como sejam a saúde e a educação. Facto que, associado ao convite à emigração de jovens e de recém-diplomados, sugere um quadro mais triste e que nos reporta a tempos negros onde o caladinho e o pouco informado convinham muito mais.

Uma coisa é certa, está em curso uma revolução cultural e indiscutivelmente o modus vivendi não vai mais ser o mesmo.

Dizem os chineses que a palavra crise é formada por outras duas “ameaça” e “oportunidade” e o ditado popular de que «dos fracos não reza a história». Talvez daí e das sábias palavras que a nossa conferencista nos traz possamos tirar alguns ensinamentos, não atirar a toalha ao chão e fazer as escolhas certas.

Creio que são estas temáticas que nos trazem aqui hoje. E mais do que isso, é o nosso presente e o nosso futuro que aqui nos reúne.

Mas para falar melhor sobre esta matéria o promotor convidou Jamila Madeira.  

Jamila Madeira, algarvia, nasceu Alte (Loulé). É licenciada em Economia pelo Instituto Superior de Economia e Gestão (1993/97), mestre em Finanças pelo INDEG/ISCTE (2011). Pertence ao quadro permanente da REN, S.A. onde exerce atualmente funções no Gabinete da Agenda Europeia de Energia.

Foi deputada à Assembleia da República nas VIII e IX Legislaturas (1999/2002 e 2002/2004) e na XI Legislatura (Novembro 2009 e Abril 2011).

Foi Deputada ao Parlamento Europeu (2004/2009), onde desenvolveu um vasto trabalho nas áreas do Desenvolvimento Regional, Emprego e Assuntos Sociais e Política Europeia para o Mediterrâneo. No desempenho de funções como parlamentar europeia foi também responsável pelo relatório sobre os aspetos de desenvolvimento regional do impacto do turismo nas regiões costeiras, responsável pelo parecer sobre a proposta que instituiu o Fundo de Ajustamento à Globalização (2006) e pelo parecer sobre a proposta que estabeleceu um programa Erasmus Mundus (2009-2013).

Permito-me sublinhar e partilhar uma opinião muito pessoal de que a Dra. Jamila Madeira foi, indubitavelmente, um dos deputados mais dinâmicos no parlamento europeu e, naturalmente, um representante que nos orgulha a todos nós portugueses, por essa mesma prestação.

Foi Secretária-geral da Juventude Socialista (2000/2004). Entre 1994 e 1998 foi Vice-Presidente da União Internacional de Juventudes Socialistas (IUSY) e membro do Bureau da Organização Europeia de Juventudes Socialistas (ECOSY).

É deputada municipal em Loulé, membro da Comissão Política Distrital do PS/Algarve desde 1997 e da direcção nacional do mesmo partido político.

Minhas senhoras e meus senhores, é com grato prazer que vos apresento a Dra. Jamila Madeira.»

 

 

 

Saiba mais sobre a conferencista em: http:\\www.jamilamadeira.org

 

 

cogitado por vics às 00:13
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Janeiro 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.cogitos recentes

. O tal princípio de Peter ...

. Higiene n'os media

. Dia de luto em Portugal

. Arte de bem receber a Mat...

. Vencer barreiras

. UNIÃO EUROPEIA, Quo vadis...

. Economia estrangulada

. Relançar o Futuro

. Tobin 40 anos depois

. Piegas Povinho

. Simplesmente... espectacu...

. Uma Alarvidade

. Ver para crer...

. Última hora: Mais um aume...

. Jornada Mundial pelo Trab...

.arquivos

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Janeiro 2012

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Dezembro 2008

. Dezembro 2007

. Abril 2007

. Julho 2006

. Março 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Setembro 2005

. Fevereiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

.tags

. todas as tags

.links

.Cogitantes até agora

Counter
Free Counter

.Cogitando

online
blogs SAPO

.subscrever feeds