Sábado, 19 de Fevereiro de 2005

MAIS DIREITO DO QUE DEVER

Amanhã, dia 20, somos chamados a exercer um dever. Um dever cívico – eleger o parlamento, a nova Assembleia da República. Mas, mais do que um dever, votar é um direito. É uma conquista que a Revolução de Abril de 1974 nos proporcionou.
É lamentável que muitos dos portugueses continuem a olhar para esse direito como quem olha para uma obrigação do tipo coercivo, e, por força disso exerçam sobre esse direito uma imediata rejeição e dele prescindam em detrimento de quaisquer banais futilidades. Mais do que, através desse misto de direito e dever, elegermos os novos protagonistas da Nação, estamos a escolher os nossos representantes nos órgãos da administração.
Outro aspecto que é de se considerar é o facto de, salvo excepções, os eleitores que faltam à chamada às urnas são essencialmente jovens. Talvez a explicação tenha que ver com o descrédito a que a política chegou – o que não é rejeitável pois as ‘americanices’ que se imprimem nas campanhas em nada dignificam os candidatos, as candidaturas e os partidos. Talvez tenha que ver, também, com o facto de não sentirem no voto um direito mas sim um dever, em virtude de terem nascido no período pós-revolução.
É portando imprescindível assimilar o conceito de 'cidadania' e dizer a cada jovem que ele é parte necessária e interessada na boa gestão do país, na construção de um melhor futuro e que as gerações mais velhas confiam neles.
É preciso  encontrar nos jovens a força, a determinação e a dedicação absolutamente necessárias para garantir um melhor futuro para todos. É na geração mais jovem que está a garantia da mudança. De atitude, de estratégia, de objectivos, de controlo, do futuro. Eu acredito.
A abstenção é o banco onde se sentam os decepcionados militantes e simpatizantes de determinados partidos pelo trânsito e concretizações destes e que se sentem incapazes de votar noutros. Os jovens não se abstêm.
Eu acredito na Juventude.


Victor Santos
vics@sapo.pt

cogitado por vics às 15:36
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Janeiro 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.cogitos recentes

. O tal princípio de Peter ...

. Higiene n'os media

. Dia de luto em Portugal

. Arte de bem receber a Mat...

. Vencer barreiras

. UNIÃO EUROPEIA, Quo vadis...

. Economia estrangulada

. Relançar o Futuro

. Tobin 40 anos depois

. Piegas Povinho

. Simplesmente... espectacu...

. Uma Alarvidade

. Ver para crer...

. Última hora: Mais um aume...

. Jornada Mundial pelo Trab...

.arquivos

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Janeiro 2012

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Dezembro 2008

. Dezembro 2007

. Abril 2007

. Julho 2006

. Março 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Setembro 2005

. Fevereiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

.tags

. todas as tags

.links

.Cogitantes até agora

Counter
Free Counter

.Cogitando

online
blogs SAPO

.subscrever feeds