Terça-feira, 5 de Maio de 2009

Uma dona de casa na política

Cada vez mais, toma corpo a ideia de que a lei da paridade não só não resolve o problema, como cria mais problemas.

Entendo que o estabelecimento de quotas na formalização de listas de candidatos só fará sentido e será bem-vindo se estivermos a falar de componentes que efectivamente valorizem as candidaturas, assim como o exercício dos mandatos.

Atrevo-me a sublinhar e a repetir aquilo que já disse a amigos, e nos sítios certos, que devem sim garantir-se números para quotas de mérito, de conhecimento académico, de conhecimento empírico, em listas onde naturalmente fará falta a presença de candidatos com conteúdo, para contrabalançar aqueles que têm apenas rótulo e, também, e infelizmente, os habitués elementos entozoários e epizoários, ou que simplesmente parasitam.

 
A montante deste pensamento, evoco mais um argumento que, não sendo tentativa de estereotipar nada nem ninguém – até porque, genericamente, para o género em apreço, creio que contribui muito pouco, mas pronto é apenas a minha opinião – trazer uma mulher a líder de um partido não foi, talvez a melhor escolha.
Veja-se que, eventualmente, na tentativa de uma colagem (talvez a cuspo) a Margareth Thatcher, interpretou e personificou um ‘boneco’ duro, frio e autoritário, usando a sua imagem em campanhas em que no próprio partido são outros os candidatos, porém, na verdade a estratégia foi, simplesmente,… doméstica, dada a linguagem utilizada.
Os dois outdoors até agora vistos, funcionaria exemplarmente bem para promover qualquer detergente do tipo lixívia ou equiparado. Repare-se que no primeiro, em tons cinza escuro, aparecia a senhora de semblante carregado aludindo a uma “política de verdade”, ou seja “o algodão não engana"; agora surge um segundo, esbranquiçado, mas ainda em tons de cinza, com o mesmo vulto – apesar de denunciar algum estrabismo – o que revela notoriamente a acção lixiviante; tirou a cor e deixou a senhora desconfiada, daí um olho em quem se coloca à frente do outdoor e outro … no balde da lixívia.
Portanto, concluo que, a linguagem doméstica não está muito bem ajustada às campanhas políticas, ou, a estratégia não será a ideal, digo eu.
tags:
cogitado por vics às 08:00
link do post | comentar | favorito
|
2 comentários:
De edu a 5 de Maio de 2009 às 17:32
Vi esse outdoor no 1º de Maio. Comentei que aquilo não augurava nada de bom. Já vi o cartaz mais umas duas ou três vezes, e continuo a achar aquilo de tal forma assombroso que, pior que aquilo, só outdoors com o Papão a recomendar às criancinhas que comam a sopa toda.
O PSD devia emprestar a senhora para personificar a figura do papão na campanha das sopas. Se não vejamos: é feia, ninguém a quer ver por perto e é "velha", no sentido de não trazer nada de novo àquilo que já está gasto.

Mas talvez não seja assim tão boa ideia, já que vomitei uma sopa, ainda hoje, depois do almoço num restaurante situado em frente a esse outdoor.
De edu a 6 de Maio de 2009 às 14:52
Só para concluir: Se estivessemos na Itália, esta mulher, sendo de direita, não entrava sequer nas listas, poisnão preenche os requisitos de beleza exigidos por Berlusconi.

Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Janeiro 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.cogitos recentes

. O tal princípio de Peter ...

. Higiene n'os media

. Dia de luto em Portugal

. Arte de bem receber a Mat...

. Vencer barreiras

. UNIÃO EUROPEIA, Quo vadis...

. Economia estrangulada

. Relançar o Futuro

. Tobin 40 anos depois

. Piegas Povinho

. Simplesmente... espectacu...

. Uma Alarvidade

. Ver para crer...

. Última hora: Mais um aume...

. Jornada Mundial pelo Trab...

.arquivos

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Janeiro 2012

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Dezembro 2008

. Dezembro 2007

. Abril 2007

. Julho 2006

. Março 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Setembro 2005

. Fevereiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

.tags

. todas as tags

.links

.Cogitantes até agora

Counter
Free Counter

.Cogitando

online
blogs SAPO

.subscrever feeds