Quarta-feira, 31 de Dezembro de 2008

Se eu tivesse tempo...

O "Tempo" ( tempus, lat. ). O que é o Tempo?

Um período? Uma época? Um prazo? Uma oportunidade? O estado atmosférico? 

É tudo isso. E é coisa nenhuma.

É a duração limitada, por oposição ao conceito de eternidade.

É a sucessão dos momentos e das próprias pausas, dos segundos, minutos, horas, dias, semanas, meses, anos que nos envolve e nos traz do passado, nos marca o presente e nos leva para o futuro.

É a duração de cada parte de um compasso, é o valor da nota de uma peça musical.

É o estado e a acção dos verbos. É dinheiro.

É algo intangível que se gasta, que se perde, que se some, que é irreversível.

Guardo entre as minhas memórias uma lenga-lenga que minha avó trauteava sobre o tempo: «O tempo perguntou ao tempo, Quanto tempo o tempo tem. O tempo respondeu ao tempo,  Que o tempo tem tanto tempo, Quanto tempo o tempo tem».

Hoje, sinto que precisaria de mais, mais tempo para viver e aproveitar o Tempo, para gastar tempo naquilo que de bom o Tempo nos reserva tempo. 

Se mais tivesse, talvez mais aqui viesse e convosco partilhasse o que o Tempo me trouxe e o que eu, do tempo perdi, do tempo guardei e do tempo espero dar e receber.

Nós somos aquilo que o tempo faz de nós.

 

 

«A minha vida é a minha mensagem».

Mohandas Karamchand Gandhi (Nova Deli, 02-Out-1869 - 30-Jan-1948)

 

 

sinto-me: sem tempo!
cogitado por vics às 21:02
link do post | comentar | favorito
|
13 comentários:
De humana a 20 de Fevereiro de 2009 às 01:05
Será o tempo que passa por nós
ou somos nós que passamos pelo tempo...
Aproveitaremos o tempo da melhor forma
ou estamos apenas a gastá-lo?
e se tivéssemos a skill para voltar atrás
gastá-lo-iamos de forma diferente?
ou faríamos tudo igual...
De vics a 20 de Fevereiro de 2009 às 01:08
se eu pudesse voltar a trás para ganhar o tempo, já haveria muito tempo que eu não estava aqui, perdido no tempo.
De humana a 20 de Fevereiro de 2009 às 01:10
por vezes perder tempo é ganhá-lo!
De vics a 20 de Fevereiro de 2009 às 01:12
Depende de como encaramos o tempo e de com quem o gastamos.
De humana a 20 de Fevereiro de 2009 às 01:25
Por vezes gastamos o nosso tempo
aguardando que outros errem
para que não nos apontem o dedo!!

Ou que simplesmente o tempo remende
o quenão soubemos fazer...
De vics a 20 de Fevereiro de 2009 às 01:30
O tempo tem dessas coisas... Mas, às vezes é preciso ter muita vontade de ter tempo para ultrapassar os contratempos e ganhar o tempo.
De Humana a 20 de Fevereiro de 2009 às 14:39
Querias tempo para quê?!

Para promessas que não irias cumprir?
Sentimentos que não irias sentir?
Sítios que não irias conhecer?
Pessoas que não irias conhecer?
Experiências que não ias sentir?
Será o aumento do tempo... realmente a solução?

Pois eu tempo não sei se queria...
mas a capacidade de recuar ou avançar...
visitar o Futuro, alterar o passado...
Ou até de me multiplicar a poder viver realidades paralelas... isso interessava-me!!
De vics a 20 de Fevereiro de 2009 às 16:19
De ti receberei sempre uma bofetada e um beijo. A primeira para acordar e a segunda para voltar a sonhar. O que me vale é que sou um sonhador; mesmo acordado sonho; e muitas vezes te encontro. Também um negro, há alguns anos atrás disse que tinha sonhado, que tinha sonhado na liberdade, na igualdade, na fraternidade; sonhos que incomodaram outros, e, por isso o calaram. Resta saber se teria sonhado que um outro negro um dia chegaria a presidente dessa mesma nação. I have a drem! Yes, we can. São frases simples, francas e que... também me fazem sonhar e sonhar que sou capaz, que conseguirei... realizar esses sonhos.
De humana a 20 de Fevereiro de 2009 às 16:59
Eu tenho um preto amigo que diz...
Aquele preto só vai fazer merda!!!
lol

Será realmente a eleição dele limpa e transparente?
ou apenas foi uma forma de ganhar eleitorado?
Será uma campanha de marketing feita por um partido?
Será realmente ele a mandar?
ou
será apenas uma marioneta nas mãos de alguém?
De vics a 20 de Fevereiro de 2009 às 17:14
Acho que estamos a perder tempo com uma questão em que divergimos. Entendo que devemos seguir o que o poeta escreveu: cultivar o que nos une e não o que nos separa. Falemos do tempo, do nosso tempo.
De humana a 20 de Fevereiro de 2009 às 20:12
Não será essa uma questão fulcral?
talvez até fizesse toda a diferença ?!
Algo de que não estamos dispostos a abdicar...

não são pequenas coisas que mudam tudo?
De humana a 24 de Fevereiro de 2009 às 17:49
Desaparecido?!
De edu a 21 de Abril de 2009 às 17:36
Se ti tivesses tempo, já fazias um post para a malta ler...

Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Janeiro 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.cogitos recentes

. O tal princípio de Peter ...

. Higiene n'os media

. Dia de luto em Portugal

. Arte de bem receber a Mat...

. Vencer barreiras

. UNIÃO EUROPEIA, Quo vadis...

. Economia estrangulada

. Relançar o Futuro

. Tobin 40 anos depois

. Piegas Povinho

. Simplesmente... espectacu...

. Uma Alarvidade

. Ver para crer...

. Última hora: Mais um aume...

. Jornada Mundial pelo Trab...

.arquivos

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Janeiro 2012

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Dezembro 2008

. Dezembro 2007

. Abril 2007

. Julho 2006

. Março 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Setembro 2005

. Fevereiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

.tags

. todas as tags

.links

.Cogitantes até agora

Counter
Free Counter

.Cogitando

online
blogs SAPO

.subscrever feeds